O Microcrédito da CAIXA foi feito especialmente para você que é microempreendedor do setor formal ou informal da economia e deseja adquirir equipamentos, matéria-prima, capital de giro ou melhorar a infraestrutura do seu negócio. O Microcrédito da Caixa tem um limite o mínimo é de R$ 300,00 e o máximo de R$ 15.000,00. Em um futuro se você comprovar o aumento na sua capacidade de pagamento, a CAIXA ampliará o valor do empréstimo nas próximas concessões. Você movimenta o crédito por meio de conta corrente (PF ou PJ) ou conta CAIXA Fácil. O prazo é em até 24 meses para pagar sem carência.

Para a solicitação do Microcrédito da CAIXA primeiro você deve se informar sobre o produto, poderá ir a uma agência da CAIXA e solicitar informações ao gerente. Além de tirar suas dúvidas, ele o encaminhará a uma Instituição de Microfinanças (IMF) credenciada. Após disso deverá ir à Instituição de Microfinanças, e realizar uma entrevista com o Agente de Crédito, que informará a documentação que você deve providenciar. O mesmo fará uma visita ao seu local de trabalho e fará um levantamento sócio-econômico. Caso for aprovado o Microcrédito da CAIXA na Pesquisa Cadastral e nas demais análises efetuadas pelo Agente de Crédito da Instituição de Microfinanças (IMF), o crédito estará disponível diretamente na sua conta (crédito autonomos no Brasil).

Os requisitos básicos são: ser maior de 18 anos de idade ou emancipado, possuir pelo menos um ano de atividade no empreendimento e não ter restrições cadastrais.

Com o Microcrédito da CAIXA, você adquire equipamentos, matéria-prima, capital de giro e melhora a infraestrutura do seu negócio com facilidade e sem burocracia.

Os juros são de até 0,64% ao mês, IOF conforme legislação em vigor, a taxa de Abertura de Crédito (TAC) de 1% sobre o valor do contrato. A forma de pagamento poderá ser feita em prestações mensais e sucessivas, calculadas com base no Sistema PRICE. Se você quiser poderá efetuar o pagamento nas agências, nos correspondentes CAIXA AQUI e casas lotéricas. E ainda pode escolher o dia do mês mais conveniente para o vencimento.

Laborar um plano de negócios que contemple fontes de capital, estudo de viabilidade econômica e financeira, análise de mercado, do perfil e das necessidades do cliente potencial, e produtos formatados ao público-alvo;

Dicas para solicitação de um Microcrédito

O primeiro passo que o empreendedor precisa ter é certificar-se de que o negócio realmente precisa de um microcrédito. Avaliar se o financiamento é condição imprescindível para progresso de seu micro empreendimento.

O microcrédito deve ser encarado como mais uma ferramenta à disposição do empresário, e não como a solução de todos os problemas do negócio. Muitas vezes, pedir dinheiro emprestado para cobrir outro empréstimo, em um ambiente de juros altos, pode ser o início da ruína financeira do pequeno empresário.

Antes de solicitar dinheiro novo, o empresário precisa descobrir se está gerenciando bem seu negócio, profissionalizar a gestão financeira da empresa e separar o seu próprio "bolso" do da empresa, para obter taxas de juros menores para a pessoa jurídica  e avaliar suas margens de lucro para saber se vai poder pagar o compromisso assumido.

O Microcrédito da CAIXA é um ponto de partida para quem pretenda obter um progresso no seu próprio negócio.

Se você é do segmento de baixa renda e atua nos setores formal ou informal da economia com pelo menos um ano de atividade no empreendimento, solicite o seu Microcrédito da CAIXA é uma das melhores opções do mercado.